Não! Não é normal as gengivas sangrarem, muito menos durante a gravidez!! Mas a boa notícia é que pode resolver, e durante a gravidez!

O aumento da progesterona durante a gravidez aumenta os mediadores inflamatórios que desencadeiam o processo inflamatório gengival e por isso as grávidas tendem a sangrar mais das gengivas. Basta uma pequena acumulação de comida, comer algo mais duro que lesiona a gengiva, ou mesmo magoar com a escova de dentes que a gengiva sangra de imediato. Mas este sangramento gengival pode ainda dever-se a uma doença das gengivas, prévia à gravidez, a doença periodontal. Esta doença é uma patologia crónica que não tem cura, mas que pode ser controlada com consultas e tratamentos específicos regulares. Por isso é tão importante ter uma consulta no médico dentista quando pensar em engravidar ou mesmo durante o primeiro trimestre de gravidez. Nesta consulta irá realizar uma avaliação clínica e uma limpeza do tártaro. É importante que faça esta remoção do tártaro porque pode desencadear ainda mais o sangramento gengival.

Mas qual é o problema de sangrar durante a gravidez?

No caso de infeção periodontal, os lipopolissacarídeos, que são produtos bacterianos, vão para a corrente sanguínea e como resposta imune há aumento da síntese de prostaglandinas. Esta alteração pode causar atraso do crescimento fetal, parto prematuro e baixo peso. Existem vários estudos que descrevem esta associação. Além disso, como também é comum durante a gravidez existir menor produção de saliva, e por isso boca mais seca, há mais acumulação de comida. A saliva que ajudaria a “limpeza natural” está em menor quantidade, e por isso promove o ambiente para aumento da inflamação gengival e cárie dentária.

Se for uma grávida com muitos enjoos e vómitos isso leva a um aumento da hiperacidez da boca. Esta acidez favorece o desenvolvimento bacteriano e consequentemente o sangramento gengival e a sensibilidade dentária.

 

inflamação gengival na gravidez

Inflamação gengival que se manifesta em sangramento ao escovar os dentes.

E o que posso fazer para resolver?

O ideal é evitar que aconteça este sangramento gengival e marcar uma consulta no médico dentista antes da gravidez. Se isso não tiver acontecido peça aconselhamento médico. O simples fato de melhorar a higiene oral, usar complementos de higiene dentária e alterar a escova de dentes ou mesmo a pasta dos dentes, pode ser suficiente para resolver este sangramento, as dores ou a sensibilidade. E assim evitar problemas para o decorrer da gravidez, para a sua saúde, para a saúde do bebé e para os dentes do bebé. Não devemos esquecer que durante este período os dentes do bebé já estão em desenvolvimento. Estes desequilíbrios podem prejudicar a sua formação. Por isso ainda vai mais que a tempo!

Deve ser identificada a causa deste sangramento gengival porque pode indicar outro tipo de problemas mais graves. Esta inflamação gengival pode ainda desencadear infeções ou agravar a sintomatologia dentária ao ponto de ser necessária medicação. Embora tomar medicação durante a gravidez seja seguro e inofensivo, desde que a devidamente prescrita, deve ser evitada.

Caso ocorra agudização desta condição, como por exemplo edema da face, dor muito forte ou fratura de dentes, saiba que pode e deve ir à consulta de medicina dentária. O 2º trimestre de gravidez é a época mais indicada para o tratamento dentário. Este é o período de maior estabilidade da gestação. Em casos de urgência deve-se realizar o tratamento necessário em qualquer período. As consequências da dor e do stress são mais maléficas do que a possível ansiedade do tratamento dentário.

E afinal que produtos devo usar para evitar este sangramento gengival?

Muitas grávidas me perguntam qual a pasta e escova de dentes que aconselho. Mas essa não é uma resposta igual para todas. Os casos são diferentes e à necessidade de avaliar as condições sistémicas da grávida, da gravidez em si e do bebé. Além disso o estado da boca da mãe também entra na equação. Caso exista doença ativa ou um risco elevado de cárie dentária os produtos indicados serão diferentes. É necessário saber se estamos a atuar na prevenção ou no tratamento.

No caso do sangramento gengival, por norma, aconselhamos pasta de dentes e elixir com clorohexidina. No entanto é importante que use sempre mediante aconselhamento médico, para saber exatamente quando e como usar.

Posto isto todas as grávidas devem ser acompanhadas pelo médico dentista, mesmo que à distância. Após avaliação recebem aconselhamento sobre a melhor técnica de escovagem, escova e pasta de dentes adaptada a cada grávida.

 

Felicidades para todas as grávidas! 

Inês Guerra Pereira, DDS, PhD