Conheça os 20 alimentos mais perigosos para os seus dentes

Todos já ouvimos dizer que o esmalte dentário é o mais resistente e também o tecido mais mineralizado do corpo. No entanto há existem diversas maneiras que prejudicam e danificam o esmalte, e alguns desses danos estão ligados ao que nós comemos! Seguindo a tendência da alimentação e de agora todos nós percebermos (e bem!) o que comer e quando, vamos também aproveitar para pensar um bocadinho nos alimentos mais perigosos para os dentes. 

  • 1. Molho de salada
    1. Molho de salada
  • 2. Sumos de Fruta
    2. Sumos de Fruta
  • 3. Batatas Fritas
    3. Batatas Fritas
  • 4. Coca-Cola
    4. Coca-Cola
  • 5. Vinho
    5. Vinho
  • 6. Café
    6. Café
  • 7. Pipocas
    7. Pipocas
  • 8. Rebuçados
    8. Rebuçados
  • 9. Bolachas
    9. Bolachas
  • 10. Gelados
    10. Gelados
  • 11. Frutas ácidas
    11. Frutas ácidas
  • 12. Frutas secas
    12. Frutas secas
  • 13. Gelo
    13. Gelo
  • 14. Bebidas alcoólicas
    14. Bebidas alcoólicas
  • 15. Molho de tomate
    15. Molho de tomate
  • 16. Pão Branco
    16. Pão Branco
  • 17. Caril em pó
    17. Caril em pó
  • 18. Chá preto
    18. Chá preto
  • 19. Bebidas energéticas
    19. Bebidas energéticas
  • 20. Compota, mel e manteiga de amendoim
    20. Compota, mel e manteiga de amendoim
  1. Molho de salada

Surpreendido? Mas é verdade. Geralmente o molho de salada é muito ácido e, por isso, pode ser prejudicial ao esmalte dos dentes, porque favorece a erosão ácida. Esta alteração, além de ser muito inestética, leva à existência de mais bactérias na gengiva. As saladas são uma escolha saudável, e não devem ser desencorajadas, por isso adicione queijo, vegetais de folhas ou um copo de água ou leite à sua refeição para neutralizar os ácidos do molho.

  1. Sumos de Fruta

O sumo de frutas é muitas vezes identificado como uma escolha saudável, para as crianças e adultos, mas na realidade, estes podem ser muito ácidos e conter adição de açúcar em exagero, o que é péssimo para os dentes. Se adora os sumos de fruta, certifique-se que estes não contém adição de açúcar ou dilua com água.

  1. Batatas Fritas

As batatas fritas são péssimas para os dentes, porque contêm amido, que é transformado em açúcar. Como as batatas ficam, muitas vezes, alojadas nos sulcos ou entre os dentes, locais que a escova dificilmente alcança, podem levar ao aparecimento da cárie dentária.

  1. Coca-Cola

Como todos os refrigerantes, com gás, é um considerado um dos alimentos mais perigosos. Além da quantidade de açúcar, a acidez destas bebidas gaseificadas é incrivelmente elevada, o que significa que o esmalte dentário fica em risco de erosão. Beber com uma palhinha é um truque para limitar o contacto do refrigerante com os dentes e evitar a erosão, mas a melhor solução é mesmo evitar o consumo.

  1. Vinho

Muitas pessoas desfrutam de um copo de vinho depois de um longo e difícil dia, mas o vinho contém ácidos que se desgastam no esmalte e é por isso responsável pela pigmentação dentária. Se não dispensa um copo de vinho tinto ou branco, beba água (ou leite) depois e, aguarde pelo menos uma hora para escovar os dentes depois de beber. Escovar os dentes imediatamente depois de beber vinho pode desgastar o esmalte dos dentes.

  1. Café

O café é outra das principais causas da pigmentação dos dentes devido à sua acidez e coloração escura. Além disso beber o café muito quente pode causar sensibilidade dentária, e causar a sensação de boca seca, devido à diminuição de saliva.  Claro, se adicionar açúcar ao café acresce ainda o problema da cárie dentária. Como ninguém sobrevive sem café o melhor mesmo é beber bastante água depois.

  1. Pipocas

Quem já não trincou milho de pipocas sem querer? É duro não é? Por isso quando for ao cinema, antes das luzes apagarem, certifique-se que não tem milho no saco! No entanto, não é apenas o milho que pode ser prejudicial aos dentes, mas sim as pipocas que podem ficar alojadas nos dentes, permitindo que essas áreas sejam cultivadas por bactérias. Por isso devem ser consumidas de forma ocasional, desde que beba muita água e escove os dentes.

  1. Rebuçados

Estes são, sem dúvida, a causa mais comum de dentes fraturados e obturações (restaurações) perdidas. Os rebuçados expõe os dentes a uma quantidade elevadíssima de açúcar, o que, se deixado acumulado nos dentes, leva à cárie dentária. E ainda como são difíceis de trincar, pode levar à fratura dentária.  

  1. Bolachas

As bolachas não são apenas um perigo devido aos recheios, mas à sua característica de adesividade aos dentes. Sabem muito bem, mas revelam-se um pesadelo na altura de escovar os dentes. Já tentou comer uma bolacha e escovar os dentes de seguida? Vai ver como é difícil… Partes podem ficar presas entre ou nos sulcos dos dentes, o que atrai bactérias e aumenta as probabilidades de formação de placa bacteriana, e por sua vez, à formação da cárie dentária.

  1. Gelados

Além do seu alto teor de açúcar, servem de gatilho à dor associada à sensibilidade dentária. Recomenda-se que coma gelado com moderação, escove os dentes depois de consumir e evite os açúcares adicionais, como o topping de caramelo. Outra alternativa é comprar gelado sem açúcar!

  1. Frutas ácidas

Por exemplo o limão, laranja, maçã ou uva podem aumentar o desgaste e a erosão dos dentes. Agora que há muito o hábito de beber água com limão de manhã, tenha atenção porque está a promover o desgaste dentário. Se estas frutas forem consumidas isoladamente, sem acompanhamento de pão ou iogurte, são ainda mais prejudiciais. Consuma este tipo de frutas com queijo ou leite, para neutralizar a acidez.

  1. Frutas secas

Com propriedades nutritivas ricas e consideradas como um ótimo snack a meio da manhã ou da tarde, as frutas secas não são assim tão bons para os dentes. Estas devem ser evitadas, especialmente antes de dormir, pois a limpeza dos dentes fica bem mais difícil. Além disso o problema está na forma de conservação destas frutas, com açúcar e fibras insolúveis, como por exemplo a banana e a uva, que podem fazer capa de açúcar nos dentes e levar à cárie dentária.

  1. Gelo

O gelo não é dos alimentos mais perigosos diretamente, por si só e pela sua ingestão, mas muitos de nós adoramos trincá-lo. Na verdade o gelo é feito de água e não contém açúcar ou outros aditivos. No entanto trincar gelo pode deixar os dentes vulneráveis a uma emergência dentária ou danificar o esmalte. Por isso deixe o hábito de o trincar e aproveite a água na sua forma líquida.

  1. Bebidas alcoólicas

O álcool causa desidratação e boca seca. As pessoas que bebem em excesso podem sentir o fluxo de saliva reduzido, o que pode levar à cárie dentária e outras infecções orais, como a doença das gengivas. O consumo intenso de álcool também aumenta o risco de cancro oral.

  1. Molho de tomate

O esmalte dentário é particularmente vulnerável a cores escuras, incluindo o molho de tomate. O esmalte poroso pode facilmente absorver essa coloração, levando ao aparecimento de manchas. Além disso, a acidez dos tomates torna os dentes temporariamente mais porosos. Por isso, quando fizer o molho de tomate para a massa, adicione mais água para diluir, e durante a refeição beba também bastante água.

  1. Pão Branco

Aqui está outra boa razão para evitar os hidratos de carbono refinados, como o pão branco (um dos alimentos considerados mais perigosos, e não só para os dentes!). Os açúcares simples dissolvem-se rapidamente dentro da boca, causando uma onda de ácido que pode corroer o esmalte dos dentes. Além disso, o pão branco assume uma consistência de goma quando mastigado, o que significa que partículas pequenas podem ficar presas entre os dentes.

  1. Caril em pó

Qualquer alimento altamente pigmentado, como mirtilos, beterraba ou molho de soja, podem levar à pigmentação dentária. Mas o caril em pó é um culpado surpreendente: não é particularmente escuro, mas esse pigmento profundo pode manchar os dentes amarelos ao longo do tempo. Por isso já sabe, como em todas as refeições com alimentos que podem pigmentar os dentes, beba muita água!

  1. Chá preto

A par do vinho e do café, também o chá preto é considerado um dos alimentos mais perigosos quando se trata da pigmentação dentária, devido à presença dos taninos. Um estudo recente descobriu que os chás mais escuros (Earl Grey, English Breakfast) são significativamente mais propensos a causar danos. Opte por variedades verdes ou ervas em vez disso.

  1. Bebidas energéticas

Embora as bebidas desportivas sejam saudáveis, estas são embaladas com açúcar e ácidos e o potencial para cavidades e erosão é muito significativo. Um estudo sobre o efeito erosivo das bebidas ácidas nos dentes considerou as bebidas desportivas como as mais erosivas e os refrigerantes e as bebidas energéticas as mais ácidas.

  1. Compota, mel e manteiga de amendoim

Não queremos, de todo, arruinar o pequeno almoço de muita gente, mas o elevado teor de açúcar e a viscosidade destes ingredientes tornam-nos uma escolha péssima para os dentes e excelente para as bactéria da boca. Veja aqui receitas para um pequeno-almoço saudável, com baixo teor de açúcar!

 

O ideal é evitar estes alimentos mais perigosos e que tenham um efeito extremamente negativo na sua saúde geral (como os refrigerantes), mas mesmo que não consiga deixar completamente estes alimentos (o que é bem difícil!!), siga estes princípios que ajudam os dentes e gengivas a ficar mais saudáveis:

 

  • A boca precisa descansar. Não esteja sempre a petiscar! Deixe tempo suficiente para a boca recuperar e para que a saliva reponha naturalmente minerais para os dentes. Mantenha a ingestão de alimentos para 3 a 5 vezes por dia e deixe a boca descansar entre as refeições.
  • Para minimizar o perigo de alguns alimentos e bebidas nesta lista (e lembre-se que alguns deles também têm benefícios para a saúde), tente consumi-los como parte de uma refeição, e não de forma isolada.
  • Escovar após uma refeição é, naturalmente, sempre uma ótima opção. Lembre-se de esperar 20 minutos se consumiu alimentos altamente ácidos que enfraqueceram o esmalte.
  • Se possível, faça bochechos com água sempre após as refeições e, claro, beba muita água durante o dia também.
  • Prefira uma palhinha para beber bebidas altamente ácidas e minimizar o contato com os dentes.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *